Pisco

O Pisco é uma bebida destilada feita do suco de uva (obtido para fabricação de vinho). Chile e Peru disputam a “propriedade” do nome, e há tipos diferentes, dependendo do método de fabricação. O teor alcoólico varia de 30% a 43% (a cachaça, para comparação, varia de 38% a 54%, segundo o site do Inmetro).

Se quiser saber mais sobre a bebida, há artigos na Wikipedia – a edição em português é bem reduzida, mas em inglês e espanhol (geral e específico do Peru) há artigos mais completos. Não é uma bebida muito comum no Brasil – melhor procurar em lojas de importados ou na internet. Se tiver um amigo que vai ao Chile, fica mais fácil e mais em conta…

O “Pisco Sour” é uma bebida típica no Chile e Peru – algo como uma “caipirinha dos Andes”. A clara de ovo é um ingrediente que faz muitos torcer o nariz, por isso pode ser melhor fazer pouco na primeira vez, para não desperdiçar o “líquido precioso” se ninguém gostar.

No (sul do) Brasil temos a “Grappa“, ou “Graspa”, como é chamada em Caxias do Sul. É similar ao pisco, com a diferença que a Graspa é destilada do bagaço da uva, ao passo que o Pisco é feito do mosto (ou suco). Em Caxias do Sul, a graspa é muitas vezes adicionada ao café, para ajudar a suportar o inverno…

Anúncios

Pisco sour

Ingredientes

  • 3 medidas de pisco
  • 1 medida de xarope de açúcar
  • 1 medida de suco de limão
  • 1/2 clara de ovo
  • 4 cubos de gelo
  • 3 gotas de angostura

Preparo

  • Colocar os ingredientes (exceto a angostura) em uma coqueteleira, na ordem acima.
  • Bater por 10 segundos
  • Servir em dois tempos: Primeiro a metade, depois a outra metade.
  • Decorar com as gotas de angostura.

Dicas

  • Substitua a angostura por algum outro “bitter” – Cynar, Fernet, Aperol, etc. (mais baratos e mais fáceis de achar)