“Relish” de pepino

Ingredientes

  • 2 xícaras de pepino picado miúdo
  • 1/2 xícara de cebola picada miúdo
  • 1/2 xícara de vinagre de maçã
  • 1/4 xícara de açúcar mascavo
  • 1 colher de chá de Maizena dissolvida em 1 colher de chá de água

Preparo

  • Misture o pepino e a cebola com 3/4 colher de chá de sal e coloque em uma peneira ou escorredor, para drenar, por 3 horas
  • Descarte o líquido, embrulhe o pepino e cebola em um pano e esprema para retirar o máximo possível de líquido
  • Em uma panela pequena, coloque o vinagre, açúcar e 1/4 colher de chá de sal e ferva em fogo médio até dissolver por completo, daí deixe ferver mais um pouco até reduzir (3 a 4 minutos)
  • Adicione a mistura pepino-cebola e deixe cozinhar mais uns 2 minutos
  • Adicione a Maizena diluída e continue fervendo, misturando bem, por mais um minuto
  • Deixe esfriar e guarde na geladeira

Dicas e Observações

  • O relish é parecido com os picles que conhecemos, mas o preparo (picado bem miúdo) e os condimentos são diferentes. Nesse link encontrei algumas informações bem interessantes sobre a (possível) origem
  • Para que serve? Acompanhamento de carnes, hamburgers, e mesmo como ingrediente daquele famoso “molho especial“…
  • Receita original (em inglês) aqui. Se você preparar a minha receita, vai perceber que ficou bem mais escuro, porque usei açúcar mascavo. Gostos…
  • Você pode também experimentar com outros ingredientes, adicionando ou substituindo: pimentão, cenoura, repolho…

Bacon caramelizado

Ingredientes

  • 2 fatias de bacon
  • 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 1 pitada de pimenta caiena
  • 1 pitada de gengibre em pó

Preparo

  • Preaqueça o forno a 180 °C
  • Misture o açúcar, pimenta e gengibre
  • Passe a mistura nos dois lados das fatias de bacon
  • Coloque o bacon no forno até ficar crocante – cerca de 15 minutos
  • Deixe esfriar

Dicas e Observações

  • Em inglês, o nome é millionaire’s bacon (bacon do milionário) ou million-dollar bacon (bacon de um milhão de dólares). Não consegui encontrar a origem do nome – em uma referência, o autor disse que provavelmente é porque alguém provou e disse “isso vale um milhão de dólares”! Do jeito que americanos gostam de bacon, pode ser bem isso mesmo…
  • Ajuste a quantidade dos ingredientes conforme a quantidade de bacon que deseja preparar, e conforme seu gosto – por exemplo, a pimenta caiena é bem forte…
  • Pelo mesmo motivo, pode ser que você prefira trocar ou acrescentar algum ingrediente – o objetivo final é ficar crocante, e com um gosto doce-picante, então… invente!
  • O tempo no forno depende – a receita original indica 15 minutos de cada lado, mas no forno elétrico queimou… então, ajuste o tempo conforme observar o “desenvolvimento” do bacon – quando estiver bem caramelizado, com a gordura e o açúcar borbulhando, deve estar pronto.
  • Em uma receita alternativa, o autor sugeriu “empanar” o bacon em ovo e farinha, antes de passar a mistura de açúcar, para “grudar” melhos os temperos, ou então passar a mistura na “saída” do forno, com o bacon ainda quente – se você achar que alguma dessas é melhor, mande um comentário!
  • Receita original (em inglês) aqui

Molho de Romã

Ingredientes

  • 1/3 xícara de azeite de oliva
  • 1/3 xícara de suco de romã
  • 1/4 xícara de vinagre de maçã ou de vinho
  • 1 ou 2 colheres de sopa de mel (conforme o gosto)
  • 2 colheres de chá de mostarda Dijon
  • 1 colher de chá de sementes de papoula (opcional)
  • Sal e (opcional) pimenta – moída na hora

Preparo

  • Misture os ingredientes em uma tigela, batendo bem até que o molho fique homogêneo
    • Melhor ainda: Coloque em um vidro ou garrafa e sacuda (shaken, not stirred…)

Dicas e Observações

  • Para fazer o suco de romã, esmague as sementes e passe por uma peneira – cuidado – mancha a roupa!
  • Receita original (em inglês) aqui

Molho Barbecue

Ingredientes

  • 3/4 xícara de ketchup
  • 1/2 xícara de água
  • 1/4 xícara de cebola (passada no liquidificador, processador ou pilão)
  • 3 colheres de sopa de vinagre de maçã
  • 1 1/2 colher de sopa de suco de limão
  • 1 colher de sopa de molho inglês
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de chá de alho (passado no liquidificador, processador ou pilão)
  • 1/2 colher de chá de páprica picante
  • 1 folha de louro
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • Óleo vegetal

Preparo

  • Em uma panela pequena, refogue a cebola e o alho em um pouco de óleo vegetal, até ficarem transparentes
  • Acrescente o restante dos ingredientes – exceto a manteiga – e cozinhe em fogo baixo por 10 ou 15 minutos, mexendo sempre
  • Desligue o fogo e acrescente a manteiga, mexendo até derreter e incorporar
  • Coloque em um vidro e guarde na geladeira

Dicas e Observações

  • Receita-base (em inglês) aqui

Inseticida caseiro para plantas

Ingredientes

  • Xarope
    • 500 ml água
    • 1/2 colher de sopa de cravo
    • 3 folhas de boldo
      • Opcional: dois ramos pequenos de hortelã
  • Aplicação
    • Borrifador (500 ml)
    • 1 colher de chá de detergente líquido neutro (do tipo usado para lavar louças)

Preparo

  • Xarope
    • Misturar todos os ingredientes em uma panela pequena
    • “Cozinhar” por 15 minutos em fogo baixo
    • Coar e armazenar à temperatura ambiente
  • Aplicação
    • Misture 1/4 xícara do xarope com o detergente e água para completar o borrifador
    • Aplique em toda a planta – do caule às folhas

Dicas e Observações

Pesto

Ingredientes

  • Manjericão
  • Azeite de oliva
  • Sal
  • Alho

Preparo

  • Separe as folhas do manjericão – sem os talos. Não use folhas amareladas ou muito danificadas
  • Acrescente o alho descascado – a quantidade depende do gosto, mas um dente para cada xícara de folhas pode ser uma boa medida.
    • Remova o miolo dos dentes de alho – pode deixar o gosto amargo
  • No liquidificador, bata as folhas com azeite até atingir a consistência desejada
  • Acrescente sal e prove até atingir o gosto desejado

Dicas e Observações

  • A receita mais “oficial” pede pistachio, nozes ou algum outro tipo de “nuts” (até amendoim serve – depende do seu gosto) – mas se preferir, pode deixar o molho mais simples para usar em receitas diversas, e acrescentar as nuts conforme seu gosto
  • Vai muito bem numa bruschetta, ou num molho para massas
  • Um pouco de história e outros detalhes – Wikipédia

Molho de cenoura e gengibre

Ingredientes

  • 1/2 xícara de cenoura picada
  • 1/2 colher de sopa de gengibre ralado
  • 1/4 xícara de cebola picada
  • 6 colheres de sopa de óleo vegetal
  • 1/4 xícara de vinagre de maçã ou equivalente
  • 1/4 colher de chá de açucar mascavo
  • 1/2 colher de chá de sal

Preparo

  • Bata todos os ingredientes no liquidificador ou processador

Observações

  • As quantidades acima são para meia porção da receita original – acho que fica melhor para (1) segurança, caso não fique bom, e (2) não “enjoar” com molho demais…
  • Além de reduzir a receita, reduzi também pela metade a quantidade de gengibre (receitas americanas tendem a ser meio “exageradas” no tempero – eu prefiro gostos um pouco mais suaves)
  • Se preferir, acrescente um pouco de água para deixar o molho mais “líquido” (mais fácil de colocar na salada)
  • Receita original (em inglês) aqui

Molho de mostarda caseiro

Ingredientes

  • 3/4 xícara (100 g) de mostarda em grão
  • 1 colher de chá de açúcar mascavo
  • 1 colher de chá de cúrcuma
  • 1 dente de alho
  • 1 pedaço de cebola (tamanho “a gosto” – veja as Dicas, abaixo)
  • 1/2 xícara de vinagre de maçã
  • 1 xícara de água
  • 2 colheres de chá de sal

Preparo

  • Moa a mostarda (eu usei um moedor de café – no liquidificador também fica muito bom)
  • Em uma panela pequena, coloque a mostarda, açúcar, cúrcuma, alho, cebola e água
  • Aqueça em fogo médio até engrossar
  • Adicione o vinagre e cozinhe em fogo baixo por mais uns 5 minutos
  • Deixe esfriar e guarde no refrigerador

Dicas e Observações

  • Se for complicado moer a mostarda, pode comprar em pó – só não sei a diferença de gosto…
  • As proporções do alho, cebola e sal podem ser ajustadas conforme o seu gosto – o que está na receita é que usei
  • Receita original (em inglês) aqui

Chili

Ingredientes

  • Azeite de oliva
  • 1 cebola média, picada miúda
  • 2 dentes de alho, picados miúdo
  • 1/2 pimentão verde picado
  • 1/2 pimentão vermelho picado
  • 1 cenoura picada
  • 300 g carne moída
  • 1 colher de chá de páprica
  • 2 colheres de chá de gochujang (pasta de pimenta coreana)
  • 1/2 lata de tomate pelado em cubos, ou 1 tomate sem sementes picado miúdo
  • 1 xícara de feijão vermelho
  • 1 xícara de feijão carioquinha

Preparo

  • Um ou dois dias antes, deixe o feijão de molho (veja algumas dicas aqui)
  • Cozinhe o feijão – sem adicionar sal – até ficar “no ponto”
  • Em uma panela grande (suficiente para pelo menos duas vezes o volume do feijão cozido), frite em azeite de oliva a cebola, alho, pimentões e cenoura, até que fiquem macios
  • Adicione a carne e refogue até que perca a coloração rosada
  • Adicione os tomates, páprica e gochujang, e cozinhe em fogo baixo até reduzir um pouco o líquido – cerca de 10 ou 15 minutos
  • Adicione o feijão, acerte o sal e cozinhe até engrossar

Dicas e Observações

  • Não achei uma referência “absoluta” sobre a origem do prato e do nome – pelo que descobri, Chile é “pimenta” (ou pelo menos algumas variedades) em espanhol, e os americanos “inventaram” o chili con carne, que é a receita acima, e – como fazem frequentemente – simplificaram o nome para chili. A fonte mais-ou-menos completa sobre isso (em espanhol) está aqui.
  • A páprica e gochujang podem ser substituídas por um molho de pimenta de sua preferência – usei o que tinha em casa
  • Pelo padrão mexicano, a quantidade de pimenta seria bem maior – ajuste ao seu gosto.
  • Sugestão de acompanhamento: arroz e uma salada verde
  • Receita original (em inglês) aqui