Berinjela Recheada

Ingredientes

  • 1 berinjela
  • Azeite de oliva
  • 1/2 cebola picada miúda
  • 1 colher de sopa de extrato de tomate
  • 2 dentes de alho amassados
  • 1/2 lata de tomate pelado (ou o equivalente de tomate fresco, picado, sem sementes)
  • 2 colheres de sopa de vinagre de maçã ou de vinho
  • A gosto:
    • Pimentão
    • Salsa
    • Azeitonas sem caroço
    • Queijo de ralar
    • Orégano

Preparo

  • Preaqueça o forno a 200°C
  • Corte a berinjela ao meio, no sentido do comprimento
  • Remova o miolo deixando uma “parede” de mais ou menos 1 cm de espessura – pique miúdo e reserve
  • Unte o interior dos dois pedaços com azeite de oliva, e coloque no forno com a parte cortada para cima, deixando assar até ficar macio
  • Enquanto a berinjela assa:
    • Refogue a cebola em azeite, até ficar transparente
    • Adicione o extrato de tomate e o alho, refogue por mais um minuto
    • Adicione o tomate, pimentão e o miolo da berinjela – continue refogando até a berinjela ficar macia
    • Remova do fogo, adicione a salsa, azeitonas e vinagre, misturando bem
    • Acerte o sal
  • Divida o recheio igualmente nos dois pedaços de berinjela
  • Cubra com queijo de ralar
  • Volte ao forno até o queijo derreter
  • Se desejar, espalhe um pouco de orégano no topo, na hora de servir

Dicas e Observações

  • A mesma ideia básica pode ser feita com várias alternativas:
    • “Casca”: Abobrinha, pimentão, tomate, batata…
    • Recheio: Carne moída, bacon, queijo…
  • Receita original (em inglês) aqui

“Subway” de entrada

Ingredientes

  • Básicos
    • 1/2 xícara de maionese
    • 1 colher de sopa de azeite de oliva
    • 1 colher de sopa de vinagre de maçã
    • 1 pão italiano
    • 1 baguete
  • Recheio
    • Cebola roxa
    • Pimentão (verde, amarelo, vermelho)
    • Acelga, alface, agrião
    • 1 Tomate sem sementes, picado em cubinhos
    • Frios – salame, presunto, peito de peru…
    • Queijos – provolone, parmesão, prato…
  • Temperos
    • Orégano
    • Endro
    • Estragão
    • Mostarda
    • Molho de pimenta

Preparo

  • Corte o topo do pão italiano e “cavoque” o centro, para formar uma tigela
  • Misture os ingredientes básicos e os temperos
  • Misture o recheio e coloque dentro do pão
  • Corte a tampa do pão italiano e a baguete em pedaços pequenos, e sirva colocando o recheio por cima
  • Quando o recheio estiver terminando, corte as laterais do pão italiano e sirva o restante

Dicas e Observações

  • Essa é uma “comidinha de super bowl” – a final do campeonato de futebol americano. Veja aqui um artigo da ESPN sobre essas receitas
  • O nome original dessa receita é “hoagie dip” – uma tradução aproximada seria “patê tipo sanduíche”
    • Hoagie é outro nome para sanduíches estilo “Subway” – a propósito, o nome da rede veio de “submarine sandwich”, que é o tipo de sanduíche vendido ali
    • Dip é um tipo de patê bem cremoso, que se come mergulhando (dipping) pão, palitos de massa ou de vegetais, etc.
  • A receita original (em inglês aqui) é bem mais específica, mas eu preferi dar só algumas sugestões, porque cada um tem um gosto – e dependendo da quantidade de pessoas, ou da quantidade de vezes que você fizer, pode ir variando, experimentando…

Bacon caramelizado

Ingredientes

  • 2 fatias de bacon
  • 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 1 pitada de pimenta caiena
  • 1 pitada de gengibre em pó

Preparo

  • Preaqueça o forno a 180 °C
  • Misture o açúcar, pimenta e gengibre
  • Passe a mistura nos dois lados das fatias de bacon
  • Coloque o bacon no forno até ficar crocante – cerca de 15 minutos
  • Deixe esfriar

Dicas e Observações

  • Em inglês, o nome é millionaire’s bacon (bacon do milionário) ou million-dollar bacon (bacon de um milhão de dólares). Não consegui encontrar a origem do nome – em uma referência, o autor disse que provavelmente é porque alguém provou e disse “isso vale um milhão de dólares”! Do jeito que americanos gostam de bacon, pode ser bem isso mesmo…
  • Ajuste a quantidade dos ingredientes conforme a quantidade de bacon que deseja preparar, e conforme seu gosto – por exemplo, a pimenta caiena é bem forte…
  • Pelo mesmo motivo, pode ser que você prefira trocar ou acrescentar algum ingrediente – o objetivo final é ficar crocante, e com um gosto doce-picante, então… invente!
  • O tempo no forno depende – a receita original indica 15 minutos de cada lado, mas no forno elétrico queimou… então, ajuste o tempo conforme observar o “desenvolvimento” do bacon – quando estiver bem caramelizado, com a gordura e o açúcar borbulhando, deve estar pronto.
  • Em uma receita alternativa, o autor sugeriu “empanar” o bacon em ovo e farinha, antes de passar a mistura de açúcar, para “grudar” melhos os temperos, ou então passar a mistura na “saída” do forno, com o bacon ainda quente – se você achar que alguma dessas é melhor, mande um comentário!
  • Receita original (em inglês) aqui

Pesto

Ingredientes

  • Manjericão
  • Azeite de oliva
  • Sal
  • Alho

Preparo

  • Separe as folhas do manjericão – sem os talos. Não use folhas amareladas ou muito danificadas
  • Acrescente o alho descascado – a quantidade depende do gosto, mas um dente para cada xícara de folhas pode ser uma boa medida.
    • Remova o miolo dos dentes de alho – pode deixar o gosto amargo
  • No liquidificador, bata as folhas com azeite até atingir a consistência desejada
  • Acrescente sal e prove até atingir o gosto desejado

Dicas e Observações

  • A receita mais “oficial” pede pistachio, nozes ou algum outro tipo de “nuts” (até amendoim serve – depende do seu gosto) – mas se preferir, pode deixar o molho mais simples para usar em receitas diversas, e acrescentar as nuts conforme seu gosto
  • Vai muito bem numa bruschetta, ou num molho para massas
  • Um pouco de história e outros detalhes – Wikipédia

Toum (Molho de alho libanês)

Ingredientes

  • Preparo Manual
    • 8 dentes de alho
    • 1/2 colher de chá de sal
    • 2 colheres de chá de suco de limão
    • 1/2 xícara de óleo vegetal
    • Água gelada (opcional)
  • Preparo com processador/batedeira
    • 1 1/2 xícara de dentes de alho descascados
    • 2 colheres de chá de sal
    • 3 colheres de sopa de suco de limão
    • 4 xícaras de óleo vegetal
    • 1/4 xícara de água gelada (opcional)

Preparo

  • Manual
    • Descasque e amasse bem os dentes de alho
      • Antes de amassar, corte no meio (no sentido do comprimento) e retire o “miolinho” (broto) interno, se houver (se não retirar, fica com gosto ruim)
    • Numa tigela média, adicione o alho e o sal e misture bem
    • Principalmente a partir deste ponto, é melhor usar um fuet (batedor de claras)
    • Adicione uma coher de chá de suco de limão, misture até incorporar bem
    • Adicione o restante do suco e misture até incorporar e ficar cremoso
    • Adicione o óleo aos poucos (uma colher de chá por vez), e bata constantemente, para que a mistura fique bem emulsificada (o ideal é ficar como maionese ou chantilly)
    • Se desejar, adicione vagarosamente a água gelada, batendo constantemente, até atingir o ponto de “cremosidade” desejado
  • Com processador/batedeira
    • Descasque os dentes de alho
      • Antes de amassar, corte no meio (no sentido do comprimento) e retire o “miolinho” (broto) interno, se houver (se não retirar, fica com gosto ruim)
    • Use o processador para transformar o alho em uma pasta
    • Adicione o sal e bata mais um pouco até ficar bem misturado
    • A partir deste ponto, use o fuet do processador ou da batedeira – se possível, deixe batendo até o final do preparo
    • Adicione o suco de limão, uma colher por vez, deixando bater entre as doses até incorporar bem
    • Adicione o óleo aos poucos (um fio bem fino), e bata constantemente, para que a mistura fique bem emulsificada (o ideal é ficar como maionese ou chantilly)
    • Se desejar, adicione vagarosamente a água gelada, batendo constantemente, até atingir o ponto de “cremosidade” desejado

Dicas e Observações

  • Óleo vegetal: Evite o óleo de soja e o azeite de oliva, para não modificar o gosto – o melhor é óleo de girassol, pelo gosto neutro. Óleo de canola também tem gosto neutro, mas não é tão bom para a saúde, e outros são mais caros, não vale a pena
  • As quantidades para preparação manual são as que usei para a primeira vez (sabe como é: se não der certo não se perde tanto…). Na prática, fazer num processador é mais fácil e produz um resultado muito melhor – especialmente na textura, porque o alho fica realmente mais cremoso. Por outro lado, fazendo no processador o gosto é bem mais intenso, por isso pode ser vantajoso começar com quantidades pequenas e ir adicionando até atingir o gosto e textura que você prefere.
  • Receitas originais (em inglês): Aqui (a principal que usei como referência) e aqui

“Dip” de espinafre

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de Bacon picado miúdo
  • 1/2 xícara de Maionese
  • 1 dente de alho, amassado
  • 1/2 colher de chá de Páprica
  • 1 xicara de Espinafre picado miúdo
  • 2 colheres de sopa de queijo Parmesão ralado
  • 1 xícara de queijo Mussarela ralado

Preparo

  • Aqueça o forno a 180ºC;
  • Frite o bacon até dourar;
  • Misture o bacon aos demais ingredientes (exceto a mussarela) numa travessa que possa ir ao forno;
  • Cubra a mistura com a mussarela e leve ao forno até ficar dourada e borbulhar
  • Sirva com pão aquecido ou “crostini”

Dicas e Observações

  • Como é um aperitivo, pode ser um pouco mais salgado do que a comida normal – mas cuidado, porque o bacon e os queijos já têm sal…
  • As quantidades acima podem ser alteradas conforme “o gosto do freguês”
  • Alguns ingredientes adicionais (ou alternativas) possíveis:
    • Ricota
    • “Cream Cheese”
    • Creme de leite
  • Se “fritar” levemente o pão em azeite de oliva, fica ainda melhor;
  • Receita original (em inglês)

Caponata Italiana

Ingredientes

  • 1 berinjela média
  • 1 pimentão vermelho
  • 1  pimentão amarelo
  • 1 abobrinha grande
  • 100g de passas claras sem sementes
  • 100g de nozes picadas
  • 4 dentes de alho com casca
  • 1 colher de sopa de mel
  • 1 colher de sopa de mostarda Dijon
  • 1 colher de chá de vinagre de vinho branco
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 colher de chá de tomilho
  • 1 colher de sopa de orégano
  • sal e pimenta do reino a gosto

Preparo

  • Coloque as passas em um recipiente e cubra-as com água quente, deixe descansar por 20 min, escorra.
  • Corte os legumes em cubos pequenos e coloque-os junto com os dentes de alho e as passas hidratadas em uma assadeira. “Regue” com azeite e polvilhe com sal. Leve ao forno médio até que os legumes fiquem cozidos.
  • Retire os dentes de alho, descasque-os espremendo e amasse bem. Misture os dentes de alho amassados a uma colher de sopa de azeite, ao mel, e à mostarda, ao vinagre e à ervas.
  • Misture os legumes assados com o molho e as nozes, corrija o sal
  • Leve à geladeira, deixe de um dia para o outro, e sirva em temperatura ambiente.

Dicas e Observações

  • Ao preparar o molho, coloque o mel aos poucos e vá provando, para não ficar doce demais
  • Sugestão de uso – bruschetta: Espalhe a caponata sobre uma fatia de pão (tipo baguette), cubra com queijo ralado, e leve ao forno até derreter o queijo.
  • Receita copiada do Web Archive

Patê de queijo Feta

Vão pensar que levou dois dias para preparar… ou que custou uma fortuna…

Ingredientes – patê

  • 100g de queijo Feta (tamanho de uma embalagem típica)
  • 1/4 xícara de creme de leite
  • 1/4 xícara de maionese
  • 1/2 colher de chá de raspas de casca de limão siciliano
    • Use um ralador, mas cuidado para não incluir a polpa branca, para não amargar
  • 1 dente de alho pequeno, picado bem miúdo ou (melhor) esmagado
  • 1/4 colher de chá de endro (dill)
  • 1/4 colher de chá de orégano
  • 1/4 colher de chá de tomilho
  • Sal a gosto
  • Opcional: pimenta-do-reino, calabresa, ou outro tipo

Ingredientes – para servir

  • Sementes de gergelim torradas
  • Azeite de oliva
  • Pão sírio tostado
  • Vegetais cortados “palito” (cenoura, aipo, pepino japonês…)

Preparo

  • Coloque todos os ingredientes do paté num liquidificador ou (mais prático) processador – bata até ficar com a consistência desejada;
  • Ajuste o sal e os temperos (casca de limão, endro, orégano, tomilho) conforme o gosto
  • Para torrar o gergelim: Coloque direto numa frigideira, em fogo médio, mexendo sempre
  • Para tostar o pão sírio: Corte em fatias (como de pizza), salpique azeite e coloque no forno até um pouco antes do “desastre”
    • Opcional: Frite numa frigideira, ao invés de usar o forno

Sugestão para servir

  • Coloque o patê numa tigela e faça um “redemoinho” na superfície;
  • Coloque algumas gotas de azeite
  • Salpique com gergelim torrado
  • Se fizer com antecedência, pode guardar no refrigerador, mas precisa tirar com tempo suficiente antes de servir, para não ficar firme demais.

Dicas e observações

  • O queijo feta é feito com leite de ovelha, então é naturalmente sem lactose.
  • Como tem sabor suave, cuidado com a “mão pesada” nos temperos, senão o queijo desaparece.
    • Especialmente a casca de limão é bastante forte – se preferir, coloque em “pitadas”, ao invés de por medida, até ficar com o sabor desejado.

Receita original: Creamy Whipped Feta Dip, by Jennifer Segal

Batata em conserva

Essa é pra matar – sucesso absoluto e unânime, o problema é você querer dividir com os amigos…

 Ingredientes

  • 1 kg de batata bolinha
    • Procure escolher todas mais ou menos do mesmo tamanho – quanto menores, melhor
  • 2 cebolas médias
    • Corte em 4 partes e daí fatie, para ficar em tiras
  • 1 colher de chá de pimenta calabresa
  • 2 xícaras de chá de salsinha picadinha
  • 4 folhas de louro
  • 2 colheres de sopa de alho picadinho
    • Em tiras fica mais bonito
  • 1 xícara de chá de azeitona picada
    • Sugiro comprar já fatiadas, é mais fácil
  • 1 xícara de vinagre de maçã ou de vinho branco
  • Azeite de oliva para completar
  • Sal a gosto
  • 1 vidro para conservar
    • Não precisa ser hermético ou esterilizado – você não vai guardar por muito tempo…
    • Sugiro um vidro grande (cerca de 2 litros), mas é bom ver se cabe na geladeira

Preparo

  • Lave as batatas uma por uma e faça furinhos com um garfo – auxilia na penetração dos temperos
  • Coloque para ferver com sal por 5 a 10 minutos
    • A batata tem que ficar “al dente”, cuide para não ficar mole demais
  • Misture todos os temperos em uma tigela, adicione sal se necessário
    • Cuidado para não salgar demais – as azeitonas já vêm com sal…
  • Escorra as batatas e comece a colocar no vidro, alternando as batatas com a mistura de temperos
  • Complete com o vinagre e o azeite até cobrir tudo
    • A proporção depende do gosto, mas para uma primeira vez sugiro 2/3 de vinagre e 1/3 de azeite
  • Agora vem a parte mais complicada: Deixe na geladeira por pelo menos 3 dias, para curtir

Dicas e observações

  • Fica uma delícia acompanhando churrascos, a cervejinha e assados
  • A pimenta calabresa é opcional
    • Se gosta de pimenta, outra opção é picar uma pimenta verde (jalapeño ou similar) bem miudinha e misturar com os temperos
  • Mais uma opção: Tiras de pimentão verde, amarelo e/ou vermelho
  • Depois da primeira vez, compre mais vidros…

Espetinhos de camarão com abacaxi e leite de coco

Churrasqueira é para muito mais do que costela e linguiça…

Ingredientes

  • 1/2 xícara de leite de coco
  • 4 colheres de chá de molho leve de pimenta
  • 2 colheres de chá de molho de soja
  • 1/4 xícara de suco de laranja
  • 1/4 xícara de suco de limão
  • 1/2 kg camarão limpo (quanto maiores, melhor)
  • 1 abacaxi em pedaços
    • Corte em fatias com 1 dedo de espessura, e divida cada fatia em 4 partes
  • Óleo vegetal (se preciso para grelhar)
  • Salsa, coentro e/ou cebolinha verde, picados
  • Sal a gosto

Preparo

  • Misture o leite de coco, molho de pimenta, molho de soja, sucos de laranja e limão, e sal;
  • Coloque o camarão em uma tigela com a mistura acima, cubra e deixe marinando na geladeira por 1 – 2 horas;
  • Se usar espetinhos de madeira, deixe mergulhados em água;
  • Espete os camarões alternando com os pedaços de abacaxi – reserve o molho da marinada para regar os espetos;
  • Coloque na grelha ou churrasqueira, e vá virando e regando até dourar – o ideal é retirar no ponto de “quase-desastre”…
  • Salpique com a salsa/coentro/cebolinha e sirva imediatamente

Dicas e Observações

  • A receita original (em inglês) é da Tabasco – por isso a pimenta. Se você prefere sem pimenta, ajuste o sal conforme seu gosto;
    • Se você não é acostumado com pimenta, mas quer experimentar, sugiro a Tabasco verde, que é a “menos forte” – coloque uma gota num espetinho já pronto, para experimentar, ou prepare um(ns) espetinho(s) separado dos outros.
  • Um vinho branco seco vai muito bem – eu servi um Chardonnay, que é mais “leve” e combina bem com a receita;
  • Para que não gosta (ou não pode comer) camarão, acredito que pedaços de frango (filezinho sassami, ou mesmo coxinha da asa) também fique bom, mas tome cuidado com o tempo – o frango demora mais para assar. Use pedaços bem pequenos (daí o sassami), para compensar
  • Receita original (em inglês): Coconut Pineapple Shrimp Skewers