Gnocchi (Nhoque)

Ingredientes

  • 500 g de batatas
  • Farinha de trigo (pelo menos 1 xícara)
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 ovo

Preparo

  • Cozinhe as batatas em água até que fiquem bem macias (teste com um garfo)
  • Descasque as batatas e amasse bem com um garfo, formando um purê
  • Misture 1/2 xícara de farinha com 1/2 colher de chá de sal
  • Adicione a farinha e o ovo às batatas, misturando bem
  • Forme um bastão com cerca de 1 dedo de espessura – adicione mais farinha caso necessário para poder manusear a massa
  • Corte o bastão em pedaços pequenos (comprimento igual ao diâmetro)
  • Em uma panela com água fervente e 1/2 colher de chá de sal, coloque os pedaços aos poucos, para não grudarem entre si – à medida que flutuarem, retire com uma escumadeira e deixe secar por alguns minutos, ainda separados
  • Sirva (misturado ou separado) com o molho de sua preferência – sugiro o Bolonhesa

Dicas e Observações

Pesto

Ingredientes

  • Manjericão
  • Azeite de oliva
  • Sal
  • Alho

Preparo

  • Separe as folhas do manjericão – sem os talos. Não use folhas amareladas ou muito danificadas
  • Acrescente o alho descascado – a quantidade depende do gosto, mas um dente para cada xícara de folhas pode ser uma boa medida.
    • Remova o miolo dos dentes de alho – pode deixar o gosto amargo
  • No liquidificador, bata as folhas com azeite até atingir a consistência desejada
  • Acrescente sal e prove até atingir o gosto desejado

Dicas e Observações

  • A receita mais “oficial” pede pistachio, nozes ou algum outro tipo de “nuts” (até amendoim serve – depende do seu gosto) – mas se preferir, pode deixar o molho mais simples para usar em receitas diversas, e acrescentar as nuts conforme seu gosto
  • Vai muito bem numa bruschetta, ou num molho para massas
  • Um pouco de história e outros detalhes – Wikipédia

Minestrone

Ingredientes

  • 3 dentes de alho picado bem miúdo
  • 1 cebola média picada miúda
  • 1 cenoura cortada em rodelas
  • 1 alho-poró picado em pedaços médios (2 cm)
  • 1 batata grande cortada em cubos pequenos (1 cm)
  • 1 1/2 xícara de feijão vermelho cozido e batido no liquidificador
  • 50 g de bacon cortado em tiras (2 cm)
  • Azeite de oliva
  • ½ colher de chá de orégano
  • 1 folha de louro
  • 1/2 lata de tomate pelado bem picado
  • 1 litro de caldo de vegetais
  • 1/2 xícara de couve picada em pedaços médios (2 cm)
  • 1 xícara de macarrão (talharim, por exemplo) quebrado em pedaços
  • Salsa picada

Preparo

  • Frite o bacon em fogo médio com um pouco de azeite, até quase dourar
  • Adicione a cebola e frite até começar a ficar transparente
  • Adicione o alho e frite por mais uns dois minutos – cuidado para não queimar
  • Adicione a cenoura, alho-poró, orégano e louro e deixe cozinhar por alguns minutos, mexendo de vez em quando, até que os vegetais fiquem macios
  • Adicione a batata, feijão, tomate e caldo de vegetais
  • Baixe o fogo, tampe e deixe cozinhar até a batata ficar macia
  • Adicione a couve e o macarrão, acerte o sal
  • Deixe cozinhar até o macarrão ficar al dente
  • Salpique a salsa por cima e sirva

Dicas e Observações

  • O Minestrone, ou Minestra, é um prato italiano que (segundo a Wikipedia em inglês) surgiu mais de 200 anos antes de Cristo – se quiser saber mais, também pode ler os artigos da Wikipédia em português ou italiano (mais resumidos).
  • Esse é um prato único, e bem forte – excelente para um dia frio. Se você gosta de pimenta, o “casamento” é ótimo
  • Acompanhe com torradas e um tinto.
  • A característica principal do minestrone é ser uma sopa de vegetais, com massa e/ou cereais e pouquíssima carne – dentro desses “limites”, você pode adaptar segundo o gosto. A receita específica varia muito, dependendo da região – ou até da família. A receita acima foi adaptada dessa aqui, do Jamie Oliver.

Negroni Limoncello

Ingredientes

  • 1 dose de Campari
  • 1 dose de Limoncello
  • 1 dose de Vermute
  • Uma ou duas fatias de laranja

Preparo

Coloque os ingredientes em um copo “Old Fashioned” com gelo e misture bem.

Dicas e Observações

  • Receita original (em inglês) aqui
  • A imagem mostra a laranja apenas como enfeite – eu prefiro colocar dentro do copo, ajuda no gosto

Americano

Ingredientes

  • 1 dose de Campari
  • 1 dose de vermute doce
  • 1 “pitada” de “club soda”
  • Casca de laranja para enfeitar

Preparo

Misture as bebidas em um copo alto com gelo, adicione a “club soda” a gosto e enfeite com a casca de laranja

Dicas e Observações

Preparo

Marinara

Ingredientes

  • Azeite de oliva
  • 1 cebola média, picada bem miúda
  • 2 a 3 dentes de alho, amassados
  • 1 lata (400/240 g) de tomate pelado
  • 1 folha de louro
  • 1/4 colher (chá) de sal
  • Tomilho, Orégano e/ou Manjericão – preferivelmente frescos (especialmente o manjericão)

Preparo

  • Numa frigideira em fogo médio, aqueça uma colher de sopa de azeite de oliva;
  • Adicione a cebola e refogue até ficar transparente (5-7 minutos);;
  • Adicione o alho e refogue até sentir o aroma (um minuto ou menos);
  • Adicione a lata de tomates, usando uma espátula para “picar” bem;
  • Adicione as ervas (louro e outras).
    • Se usar manjericão fresco, deixe por último – quando o molho estiver pronto para servir. Pique as folhas, coloque na frigideira, misture uma vez e sirva
  • Deixe refogar por 15-20 minutos em fogo baixo, até que o molho esteja levemente reduzido e engrossado.
  • Sirva imediatamente

Dicas e Observações

  • Ervas: Use louro e manjericão, e no máximo uma das outras duas (preferivelmente orégano)
  • Nunca é demais lembrar – para cozinhar a massa:
    • Use uma panela grande – adicione meia colher (sopa) de sal para cada 500g de massa
    • Quando a água ferver, adicione a massa sem quebrar;
    • O ponto certo de cozimento é “al dente” – macia por fora, firme por dentro. Atenção: A “janela” do ponto de cozimento é bem estreita – um minuto a mais ou a menos faz muita diferença;
    • Dependendo da marca que você usar, a massa pode “empapar” facilmente – a dica da Lidia Bastianich é:
      • Quando a água ferver, coloque a massa e dê uma mexida inicial;
      • Tampe a panela e deixe ferver novamente o mais rápido possível (use a maior “boca” disponível no fogão)
      • Se a água demorar a ferver novamente, a massa vai parar no fundo e grudar
    • Por causa do item anterior, uma dica adicional: Não vale a pena economizar no preço da massa – vá tentando marcas diferentes (começando com as mais baratas, claro) até encontrar uma que não precise do azeite, vai ficar bem melhor.
  • Planeje o preparo de forma que massa e molho fiquem prontos ao mesmo tempo – como disse Maureen Fant numa bem-humorada hipérbole: “Você nunca deve deixar a massa parada no escorredor – se fizer isso na Itália, pode ir preso”
  • Receita-modelo (em inglês): The Kitchn – How to Make Marinara Pasta Sauce

Almôndegas

Ingredientes

  • Azeite de oliva
  • 1 cebola grande picada miúda
  • Sal
  • 2 dentes de alho, amassados e picados
  • Uma pitada de pimenta vermelha em pó
  • 1 kg carne moída (se quiser, misture um gomo de linguiça sem a capa)
  • 3 ovos
  • 1 xícara de queijo ralado
  • 1/4 xícara de salsa picadinha
  • 1 xícara de farinha de rosca
  • Vinho tinto

Preparo

  • Unte uma frigideira grande com azeite, adicione as cebolas e coloque em fogo médio-alto. Tempere com sal e refogue por 5-7 minutos. As cebolas devem ficar macias e cheirosas, mas sem cor.
  • Adicione o alho e a pimenta vermelha e salteie por mais 1 a 2 minutos. Deixe esfriar.
  • Numa tigela grande misture a carne, ovos, queijo ralado, salsa e farinha de rosca. É melhor misturar com as mãos.
  • Adicione a mistura de cebola e tempere com sal; misture novamente.
  • Vá adicionando o vinho e misturando. A mistura deve ficar bem molhada.
  • Teste o tempero fazendo um mini-hamburger e fritando. Se não ficar muito bom, provavelmente é porque está faltando sal.
  • Pré-aqueça o forno a 180 graus.
  • Forme as almôndegas no tamanho desejado.
  • Unte uma frigideira grande com azeite e aqueça em fogo médio-alto. Doure as almôndegas em todos os lados.
  • Coloque em uma travessa e asse no forno, por uns 15 minutos ou até que estejam assadas por inteiro.
  • Se usar imediatamente, adicione ao molho (sugestão: marinara). Caso contrário, podem ser congeladas.

Aperol Spritz

Bebida muito popular em Veneza e região – quase uma “caipirinha” dos italianos, se me perdoam a heresia…

Ingredientes

  • 1 parte de Aperol
  • 2 partes de Prosecco
  • 1 “pitada” de água com gás
  • Uma rodela – ou fatia – de laranja

Preparo

  • Coloque gelo em um cálice – 3/4, mais ou menos
  • Misture o Aperol e o Prosecco em um recipiente separado
  • Coloque no cálice
  • Adicione a água com gás
  • Adicione a laranja

Dicas e Observações

  • A receita acima é a minha preferida, mas há inúmeras variações possíveis – por exemplo:
    • Campari Spritz (obviamente, substituindo o Aperol)
    • Substitua o Prosecco por um outro espumante – talvez um Lambrusco, para ficar mais doce
    • Substitua a água com gás por uma soda limonada (também vai ficar mais “docinho”)
    • Coloque o Aperol e Prosecco em partes iguais, para um amargo mais marcante
  • História da bebida, na Wikipedia
  • Site oficial no Brasil

Talharim à Carbonara

Ingredientes

  • 300g de pancetta (ou bacon)
  • 1 dente de alho
    • Descasque, corte ao meio e remova o miolo – use as duas metades inteiras, sem picar nem amassar
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 600g de espaguete
  • 5 ovos
  • 5 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • 5 colheres (sopa) de queijo pecorino ralado
  • Sal (a gosto)

Preparo

  • Corte a pancetta/bacon em pedacinhos bem pequenos.
  • Em uma frigideira, coloque um pouco de azeite e o alho. Junte a pancetta até ficar dourada e soltar a gordura. Quando o alho estiver dourado pode retirá-lo (serve para dar mais sabor).
  • Em um recipiente, bata os ovos inteiros com os queijos ralados. Misture até que fique homogêneo.
  • Misture o espaguete (cozido al dente) à frigideira da pancetta (ainda no fogo) e depois coloque o ovo batido por cima.

Dicas e Observações

  • Preparada em parceria com Sophia Esplugues.
  • Use uma frigideira bem grande, para caber todo o molho junto com a massa.
  • Controle o preparo, para que massa e molho fiquem prontos ao mesmo tempo – um dos segredos da boa massa é ir direto do fogão para a mesa.
    • Se tiver uma frigideira bonita, leve direto à mesa – vai dar um “charme” especial!
  • O talharim é a “massa” (como dizem em Caxias do Sul), pasta (italianos), “macarrão” (brasileiros em geral) sugerida, mas fique à vontade para experimentar – cozinha é laboratório!
  • Se você não tem experiência em cozinhar massa, deixe um comentário, e eu coloco algumas dicas. A primeira é: Não economize!
  • O bacon já é salgado – cuidado com o sal!
  • Se preferir, adicione pimenta-do-reino (moída na hora) com os queijos.
  • Se quiser que o moho fique mais “líquido”, pode acrescentar um pouco de creme de leite.
  • Receita original: http://gnt.globo.com/receitas/receitas/espaguete-a-carbonara-veja-receita-autentica-de-olivier-anquier.htm
  • Imagem: https://www.vovopalmirinha.com.br/macarrao-a-carbonara/