Salada Waldorf

 

muitas teorias sobre a origem desta salada – mas a maioria concorda que, como o nome indica, foi criada por um chef do famoso hotel Waldorf-Astoria, de Nova Iorque. A receita que apresento é uma adaptação da original (sobre a qual, aliás,  tampouco há consenso…).

Salada

  • 6 xícaras de folhas verdes (alface, rúcula, agrião…) cortadas ou rasgadas em pedaços pequenos
  • 1 rabanete grande picado miúdo
  • ½ pepino japonês picado miúdo
  • 1 cenoura média picada miúdo
  • 2 xícaras de uvas de mesa verdes (Itália ou similar) cortadas em 2 ou 4
  • 1 xícara de aipo picado miúdo
  • 1 xícara de nozes quebradas, tostadas (em um pouco de azeite) na frigideira
  • ½ xícara de salsa picada (não muito miúda – fica bonito se aparecer um pouco)
  • 1 maçã picada (deixe para picar por último, ou deixe mergulhada em água com um pouco de limão, para não escurecer)
  • 1 xícara de queijo duro (parmesão ou similar) quebrado com as mãos.

Molho

  • 1 colher de sopa bem cheia de mostarda com sementes (Maille ou similar)
  • 2 colheres de sopa de talos de salsa picados bem miúdos
  • 1/2 xícara de maionese
  • 1/2 xícara de iogurte natural
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • ¼ xícara de azeite de oliva
  • ¼ xícara de vinagre de maçã, de vinho branco, ou similar
  • 2 colheres de sopa de manjericão fresco, picado bem miúdo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s